MENU

Festa das Vindimas 2014

A Rainha

Joana Espada

Damas de honor

Catarina Gomes e Margarida Pedro

A Marcha

 

Cinquenta anos passaram
Nesta Festa que é do vinho
Os mesmos anos contaram
Todos os que cá moraram
Neste meu lindo cantinho

Uma geração passou
E nós nem demos por ela
Nestas Festas das Vindimas
Da nossa querida Palmela

Refrão Cantado

Se és de Palmela, tens orgulho nela
És Palmelão
Mas se não és, e gostas dela, Fica então
Se só criticas, e fazes fitas, se nada é bom
Toca a marchar, pára de falar,
Não és Palmelão

Não trazes nomes sonantes
Não tens fogo como dantes
Nós gostamos sempre dela
Somos um povo bairrista
Apostamos no Artista
Porque ele é de Palmela

Tu aí ó Palmelão
Antes de escolheres a cor
Tens que pensar muito nela
Seja qual for a razão
Não te esqueças Palmelão
Que já eras de Palmela

Refrão Cantado

Se és de Palmela, tens orgulho nela
És Palmelão
Mas se não és, e gostas dela, Fica então
Se só criticas, e fazes fitas, se nada é bom
Toca a marchar, pára de falar,
Não és Palmelão

 

Letra e Música: José Joaquim Machado
Intérptrete: Graça Marília Machado

Comissão das festas

Direção

Susana D’Aires Ciríaco
Jorge Emídio Vida Oliveira e Silva
Fernando Araújo Camolas
Maria Helena do Alpendre P. Fruta Ribeiro
Ana Elísia Gonçalves Monteiro
Sandra Santos
Sandra Silva Rodrigues

Assembleia Geral

Octávio Joaquim Coelho Machado
José Manuel Pereira Claudina
Maria Amélia Colaço Fragoso Ludovina das Dores

Conselho Fiscal

Jorge Manuel Cândido Mares
Victor Barrocas Borrego
Paulo Mota